Uso de Smartphones no Brasil

Publicado: 24 Aug 2015

Última Atualização: 24 Aug 2015

Nesse artigo vamos fornecer uma observação descontraída sobre o uso de smartphones no Brasil.

Nem um dia se vai sem que novas estatísticas sobre o uso de smartphones no Brasil sejam publicadas. Essas estatísticas normalmente tendem a esconder diversos pontos importantes sobre a utilização de tais dispositivos no país.

Quantos Usuários de Smartphone Existem no Brasil?

Até o final de 2014, foi divulgada a existência de aproximadamente 71 milhões de proprietários de smartphone no Brasil. Esse número é provavelmente correto, mas ao mesmo tempo existe uma diferença entre os proprietários de smartphone e os que efetivamente os utilizam.

A realidade é que está se tornando cada vez mais difícil encontrar telefones celulares digitais no Brasil. Caso você encontre dispositivos desse tipo, eles são apenas ligeiramente mais baratos do que os smartphones mais acessíveis.

Ironicamente, quem compra smartphones no país possui a tendência de procurar aparelhos com características daqueles mais antigos. As funcionalidades mais procuradas pelos compradores são:

  • Aparelhos Quad-SIM, com capacidade para 4 cartões SIM
  • Sintonizador de TV Digital para recepção gratuita de sinais
  • Receptor de rádio FM
  • Telefones assinados por um clube de futebol favorito
  • Opções de montagem para uso como GPS
  • Teclados físicos de todos os tipos

Não é surpresa que todos esses “smartphones” sejam do sistema operacional Android. Apesar de os proprietários de tais dispositivos serem contados como proprietários de smartphones nas estatísticas, eles não podem ser definidos de fato como usuários de smartphone. A maioria dos dispositivos de entrada um pouco mais avançados à venda no país possuem a loja de aplicativos Google Play, mas muitos usuários sequer criam uma conta ou instalam aplicativos além daqueles pré-instalados pelas operadoras e fabricantes.

Consumo de Mídia em Smartphones

Estatísticas sugerem que um dos usos mais populares de smartphones no Brasil é para o consumo de mídia, tanto música quanto vídeo. Porém o que as estatísticas não explicam é o tipo da fonte a partir das quais as mídias são consumidas.

É fácil pensar em serviços streaming quando falamos em consumo de conteúdo de mídia em smartphones, entretanto diversos usuários brasileiros ainda mantém um cartão de memória externo para armazenar a maioria de seus arquivos, independentemente do formato. Esses conteúdos tendem a ser pirateados, variando entre vídeos de música de funk a novelas. Para vídeos virais e amadores, o WhatsApp tem se mostrado como um popular serviço streaming. Serviços streaming independentes ainda possuem uma adoção limitada no Brasil, mas serviços de conteúdo de valor agregado oferecidos pelas operadoras móveis provaram ser bem-sucedidos, especialmente para novos usuários de smartphones.

Envio de Mensagens de Texto em Smartphones

Os brasileiros amam enviar mensagens de texto, mas a adoção do SMS nunca atingiu o mesmo nível que na Europa ou nos Estados Unidos. Isso acontece porque os planos de SMS tendem a ser bem caros no Brasil, e alguns planos móveis pós-pago não possuem serviços de SMS ativados por padrão.

Enviar mensagens de texto é uma tarefa realizada normalmente por aplicativos como o Facebook, WhatsApp, ZapZap e Twitter. Algumas operadoras móveis ainda oferecem tarifa zero para WhatsApp dentro dos planos contratados, como uma aposta de que os usuários contratarão planos de dados móveis de forma a acessar o conteúdo adicional compartilhado no aplicativo.

Aplicativos Populares no Brasil

Além de mídia e mensagens de texto, existem algumas categorias de aplicativos móveis que se saem bem no Brasil.

A primeira categoria a ser destacada é a dos aplicativos de mobilidade em grandes centros urbanos, que inclui ferramentas de navegação como o Waze, assim como de contratação de táxi como o 99Taxi e de aluguel de bikes como o Bike Sampa.

A segunda categoria são aplicativos de bancos. As transações bancárias pela internet mais tradicionais no Brasil tem resultados em experiências terríveis ao usuário. Com as restrições de um dispositivo móvel, os bancos brasileiros tentaram acompanhar e criaram experiências de mobile banking que são mais práticas de serem utilizadas. O mobile banking é uma área onde podemos observar diversas inovações no Brasil atualmente, além de startups altamente financiadas, como o NuBank, estão forçando o avanço nessa área com experiências exclusivamente móveis em tempo real.

Sistemas Operacionais Móveis: Android, Windows, iOS…

Estatísticas recentes sugerem que a participação de mercado do Android no Brasil é de aproximadamente 90%. Esse número pode ser correto, mas a quantidade de usuários de smartphones com Android são muito menores.

Enquanto consumidores brasileiros podem muito bem comprar um dispositivo Android ou até mesmo um Windows Phone sem saber exatamente o que é um smartphone é ou para o que é usado, não há um dispositivo iOS que seja vendido no Brasil sem que o usuário saiba exatamente o que busca.

A realidade é que mesmo o iPhone 5c, que é uma alternativa mais acessível do iOS, o iPhone ainda permanece como uma opção para apenas 1% de brasileiros de classes mais altas que vivem em áreas urbanas como São Paulo e Rio de Janeiro. Vale ressaltar que 1% dos usuários brasileiros de smartphone é equivalente a todo o mercado de um país europeu médio.

Obtenha Auxílio em Mobile e Telecom agora

O Tech in Brazil possui ótimos parceiros que podem te prestar auxílio. Preenchendo o formulário abaixo você receberá uma recomendação por e-mail de uma empresa que poderá melhor te atender. Este serviço é gratuito para leitores do Tech in Brazil.


Autor do Artigo

Egil Fujikawa Nes

Egil Fujikawa Nes