Tudo Sobre WhatsApp no Brasil

Publicado: 14 Aug 2015

Última Atualização: 14 Aug 2015

O Brasil possui atualmente uma das maiores e crescentes bases de usuários de WhatsApp no mundo. Nesse artigo vamos abordar a história das mensagens de texto no Brasil, os atuais usos do WhatsApp e seus principais concorrentes no país.

WhatsApp e Mensagens de Dispositivos Móveis no Brasil

Desde a introdução de serviços de internet comercialmente disponíveis no Brasil durante os anos 1990, os usuários de computador brasileiros tornaram-se grandes entusiastas de redes sociais e mensagens instantâneas. O Brasil é o país onde o Orkut, por exemplo, atingiu um nível massivo de inscrições, e também o mercado onde serviços de mensagem como o MSN Messenger encontrou um de seus maiores públicos.

Usuários de celular no Brasil, contudo, não têm sido historicamente conhecidos pelo uso intenso de serviços de mensagens, principalmente se comparados a países como os Estados Unidos e Reino Unido onde o envio de SMS é amplamente utilizado.

Esse fenômeno ocorre, em grande maioria, pelo modelo de negócios adotado pelas operadoras de celular brasileiras, que tendem a cobrar altas tarifas por mensagem enviada, tornando o envio de mensagens pouco atrativo aos usuários. Por exemplo, um estudo de 2006 pela União Internacional de Telecomunicações apontou que as operadoras brasileiras cobram em média R$ 0,30 por mensagem, o preço mais alto em uma lista de 151 países.

Com o crescimento nas vendas de smartphones e outros dispositivos móveis conectados nos últimos anos, juntamente à ampliação da cobertura de conexões de internet, os usuários de celular no país tem se voltado para mandar mensagens através de aplicativos over-the-top. O uso da internet móvel para o envio de mensagens permitiu que serviços, como o Facebook, expandissem seu alcance para usuários de dispositivos móveis. Isso ainda permitiu que aplicativos de envio de mensagem, tais como o WhatsApp, tivessem uma recepção bem-sucedida pela audiência brasileira.

Desde seu lançamento, o WhatsApp tem expandido seu alcance continuamente entre os usuários móveis brasileiros, tornando o país uma das maiores audiências no mundo. Um exemplo da taxa de crescimento do serviço pode ser encontrado em relatórios oficiais publicados do início de 2014. Em fevereiro daquele ano, representantes do WhatsApp anunciaram que a base de usuários brasileira chegava a 38 milhões, e saltando para 45 milhões nos dois meses seguintes.

Considerando pesquisa recente pela provedora de inteligência de mercado, Nielsen, o WhatsApp é o aplicativo de smartphone mais popular no Brasil e está presente em aproximadamente 70% dos smartphones no país. Conforme sua popularidade cresce, o WhatsApp funciona como uma plataforma de comunicação rápida e de amplo alcance para os brasileiros, por muitas vezes atuando como um substituto para funções de outros serviços de mensagens como o e-mail, SMS e redes sociais.

Uso do WhatsApp no Brasil

Em geral, os usuários brasileiros utilizam o WhatsApp para comunicações diárias, dos quais a função de conversas em grupo é uma das mais populares, sendo utilizada para o compartilhamento de texto e mídia com várias pessoas ao mesmo tempo. Devido a essa utilização, os usuários brasileiros de WhatsApp também enviam correntes de mensagens e retransmitem memes da internet, uso anteriormente reservado a e-mail e redes sociais.

Uso Corporativo

A adoção massiva do WhatsApp por donos de smartphone no Brasil levou a usos diversificados do serviço, como o modo como as empresas implementaram a plataforma em suas operações. Isso inclui empresas que começaram a usar o WhatsApp como um modo alternativo para contatar pessoas, agendar entregas, prestação de serviços, assim como campanhas publicitárias, comunicação interna, atendimento ao consumidor e atualização de notícias.

Uso Político

O aplicativo também foi utilizado recentemente como recurso eleitoral nas campanhas presidenciais de 2014, pelos então candidatos Aécio Neves e a reeleita presidente Dilma Rousseff.

Aplicativos de Terceiros

Dados do mercado de aplicativos indicam que os usuários brasileiros não demonstram muito interesse em aplicativos de terceiros, voltados a estender funcionalidades do WhatsApp. O mais baixado desses aplicativos não altera drasticamente as funções do WhatsApp, oferecendo recursos básicos como papeis de parede adicionais para as janelas de conversa.

Outro exemplo de aplicativos de terceiros que recebeu bastante atenção no país foi um aplicativo de Android, que permite celulares com mais de um cartão SIM terem múltiplas contas em um mesmo dispositivo.

Tarifas Especiais

A fim de acompanhar o rápido crescimento do aplicativo entre os usuários, duas das maiores operadoras de celular no Brasil, a TIM e a Claro, oferecem pacotes e cobranças especiais para a utilização do WhatsApp. Os planos oferecidos pela TIM variam entre R$ 12 e R$ 44,50, já a Claro libera o uso do WhatsApp sem descontar do limite da franquia contratada pelo usuário que varia entre R$ 31,90 a R$ 71,90 no Plano Controle, sem incluir ligações de voz realizadas pelo aplicativo.

Principais Concorrentes e Alternativas

Devido ao contínuo crescimento da popularidade do WhatsApp e aplicativos de mensagens, diversos serviços concorrentes foram lançados no mercado brasileiro de forma a tentar atrair o interesse do público de smartphones.

Viber

Um dos aplicativos de mensagens de mais rápido crescimento no Brasil, o Viber oferece determinadas funções que não podem ser encontradas em aplicativos similares, além de ligações VOIP, que apenas recentemente tornou-se disponível para o WhatsApp. O Viber adicionou posteriormente mensagens em grupo públicas, funcionalidade que recebeu resposta positiva dos usuários, com diversas celebridades utilizando-as como forma de contato direto com sua audiência.

Dados de agosto de 2014 indicam que o serviço possui mais de 17 milhões de usuários ativos no Brasil e, de acordo com pesquisa da Nielsen, está presente em aproximadamente 10% dos smartphones no país.

ZapZap

Criado como uma alternativa totalmente nacional para o WhatsApp, o ZapZap oferece funcionalidades similares às encontradas em outros aplicativos de mensagens, como grupos de mensagens de usuários, mapa de usuários ativos na mesma região e feed de postagens. O ZapZap já possui aproximadamente 3 milhões de usuários ativos no país.

Telegram

O Telegram é um aplicativo de mensagens de código aberto, não comercial e criptografado, que tem expandido sua popularidade entre os usuários brasileiros nos últimos meses. O aplicativo foi recentemente atualizado com editor de fotos e bloqueio por senha.

Alguns outros aplicativos populares de mensagens no Brasil são:

  • Snapchat
  • Facebook Messenger
  • Wechat
  • Google Hangouts
  • Line
  • BBM
  • ICQ Messenger

Controvérsia

O uso de aplicativos como o WhatsApp no Brasil para substituir serviços como ligações e mensagens SMS levantou a questão da criação de uma regulamentação especial para cobrir suas funcionalidades. O assunto já foi abordado por diversas entidades como o Ministério das Telecomunicações e a Anatel, contudo nenhuma medida regulatória foi criada ainda.

O WhatsApp é extensivamente utilizado no Brasil para o compartilhamento de conteúdo adulto, o que tem causado grande controvérsia nos últimos anos. Em 2013, um vídeo adulto caseiro de um casal foi amplamente circulado, levando a mulher retratada a sofrer assédio público. O caso motivou uma campanha no Twitter voltada para dar apoio à ela e a mulheres em situações similares.

Em fevereiro de 2015, um juiz brasileiro do Piauí ordenou que o WhatsApp fosse suspenso no país após uma série de exigências não serem cumpridas pelo serviço. Esses inquéritos, relacionados a uma investigação sobre pedofilia no estado, caso ocorrido em 2013, resultou na decisão do juiz de levar às operadoras a bloquearem o serviço, como uma forma de eliminar as chances de criminosos o utilizar para fins ilegais.

A ordem judicial foi, posteriormente, revogada por um juiz do mesmo estado, apesar de que a reação pública frente a possibilidade de ter o serviço cancelado levou à migração para os concorrentes. Estima-se que após a decisão judicial os aplicativos Viber e Telegram receberam 6 milhões de novos usuários.

Obtenha Auxílio em Mobile e Telecom agora

O Tech in Brazil possui ótimos parceiros que podem te prestar auxílio. Preenchendo o formulário abaixo você receberá uma recomendação por e-mail de uma empresa que poderá melhor te atender. Este serviço é gratuito para leitores do Tech in Brazil.


Autor do Artigo

Marcelo Teixeira

Marcelo Teixeira