Estratégias para Proteger Funcionários e Frotas no Brasil

Published: 19 Oct 2015

Last Updated: 19 Oct 2015

Artigo publicado em parceria com:

Empresas que enviam funcionários para grandes metrópoles do Brasil devem estar a par das situações de risco que podem ser encontradas nessas cidades. Nesse artigo vamos descrever algumas estratégias para garantir a segurança de funcionários e frotas no Brasil.

Viagens Corporativas e Áreas de Risco

Devido a fatores como o crescimento econômico recente e maiores oportunidades oferecidas por empresas nacionais, o Brasil se tornou o principal destino para viagens corporativas na América Latina. Dados da Abracorp, a Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas, indicam que esse segmento cresceu 408% nos últimos dez anos. Cerca de um quarto dos estrangeiros que chegam ao Brasil todos os dias participam de reuniões de negócios, e os principais destinos para viagens corporativas são as cidades de São Paulo e Rio Janeiro.

Viagens corporativas para essas cidades brasileiras também são altamente relevantes para empresas brasileiras, uma vez que uma porção considerável delas é localizada em áreas distantes dos grandes centros de negócios do país. Tanto cidadãos brasileiros como estrangeiros enfrentam o mesmo desafio ao chegar a essas cidades, que é o de lidar com as áreas de risco onde a incidência de crimes é alta, ao ponto de se tornar causa de apreensão.

Atualmente, viajantes corporativos têm se tornado cada vez mais dependentes de sistemas de mapas e GPS para se locomover dentro de cidades, especialmente quando não estão familiarizados com esses espaços. Em grandes cidades do Brasil, como São Paulo e Rio de Janeiro, a dependência dessas tecnologias e a falta de medidas de segurança já levou a muitos casos de turistas serem direcionados para áreas de risco e se tornarem vítimas de criminosos. Até mesmo empresas brasileiras como os Correios já tomaram consciência dessas áreas e introduziram medidas para proteger seus funcionários, como proibir a realização de entregas para algumas localidades.

Cientes desses problemas, empresas dos ramos de seguros e de segurança privada têm trabalhado para desenvolver soluções para alertar turistas do perigo de determinadas áreas, e responder com ação imediata quando for preciso. Sistemas como o do Vismo Global Tracking Solutions oferecem uma solução integrada para especialistas de segurança monitorarem a posição de seus clientes com precisão, e para que empresas garantam a segurança de seus funcionários quando viajam para qualquer cidade do Brasil e do Mundo.

A Vismo é uma aplicação de rastreamento por GPS desenvolvida para monitorar a posição de indivíduos que viajam para o mundo todo utilizando equipamentos comosmartphones, tablets, localizadores de GPS e dispositivos de comunicação por satélite. O Vismo utiliza sistemas de GPS e outras tecnologias para oferecer monitoramento preciso, até mesmo dentro de edifícios. Sistemas de Geo-Fence e botões de pânico permitem que equipes de segurança parceiras localizem, protejam e respondam prontamente a viajantes que se dirijam a áreas de alto risco.

Soluções como o Vismo serão especialmente úteis durante os próximos eventos de grande porte que serão realizados no Brasil, como os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro de 2016. É esperado que mais de 1 milhão de turistas nacionais e internacionais participem do evento, e esses tipos de tecnologias poderão assegurar que áreas de risco sejam evitadas quando se locomoverem de um lugar para outro.

Rastreamento de Frotas

Além do monitoramento de indivíduos, um dos principais usos das tecnologias de rastreamento é garantir a segurança de veículos e cargas. O rastreamento de veículos se tornou especialmente relevante para empresas que operam no Brasil uma vez que a incidência de roubos de carga aumentou exponencialmente nos últimos anos. Relatórios da Associação Nacional do Transporte de Carga e Logística indicam que empresas brasileiras perderam mais de R$ 2 bilhões em 2014, na forma de roubos de cargas e veículos em rodovias nacionais, o que representou um aumento de 10% comparado às taxas do ano anterior.

Algumas rodovias brasileiras, especialmente em áreas rurais e de difícil acesso, possuem pouco patrulhamento e medidas para garantir a segurança de veículos, e seria razoável acreditar que essas áreas concentrariam as maiores taxas de roubos de cargas do país. No entanto, pesquisas recentes indicam que 80% dos crimes em rodovias brasileiras ocorrem na região Sudeste, e próximos a grandes centros urbanos.

Essa é uma das principais razões para a adoção de tecnologias de rastreamento de frotas de veículos no Brasil, considerando que áreas específicas próximas a grandes cidades são as que apresentam maior incidência de crimes de roubo de carga e veículos. Plataformas como o Vismo permitem que empresas que lidam com o transporte de carga de alto valor monitorem a posição de veículos e de funcionários em tempo real e verifiquem a ocorrência de atividades anômalas. Sua tecnologia também permite que motoristas e equipes de segurança mantenham comunicação para que ações sejam tomadas imediatamente quando forem necessárias, assegurando mínima exposição a situações de risco quando operam fretes.

Obtenha Auxílio em Mobile e Telecom agora

O Tech in Brazil possui ótimos parceiros que podem te prestar auxílio. Preenchendo o formulário abaixo você receberá uma recomendação por e-mail de uma empresa que poderá melhor te atender. Este serviço é gratuito para leitores do Tech in Brazil.


Autor do Artigo

Marcelo Teixeira

Marcelo Teixeira